domingo, 30 de outubro de 2011

O Exército Aliado Anglo-Português, 1808-1814

João Centeno

O Exército Aliado Anglo-Português, 1808-1814

Lisboa, Tribuna da História, 2011
ISBN: 9789898219305

Sinopse

Os exércitos aliados, português e britânico, que participaram na designada Guerra Peninsular, entre 1809 e 1814, eram autónomos mas interdependentes, atingindo um nível de proficiência e trabalho em conjunto absolutamente ímpar até então. A unidade de comando, potenciada pela interoperabilidade ao nível de língua e terminologia militar, foi conseguida, por um lado, através da presença de oficiais portugueses no Quartel-General de Wellington e no Corpo de Guias do Exército Aliado, e, por outro, pela presença de oficiais britânicos no quartel-general de Beresford e nos diversos escalões tácticos do Exercito Português, Brigada e Regimento. Esta aliança conseguiu resultados impossíveis de obter de forma independente, satisfazendo os interesses de ambas as nações. A Grã-Bretanha, embora com um exército bem equipado e com experiência recente de combate, não tinha dimensão humana para levar de vencida, isoladamente, os exércitos franceses na Península. Portugal não possuía recursos, materiais e financeiros, nem exército com quadros, organização, armamento e equipamento, para vencer sozinho as invasões a que era sujeito. A excepcionalidade deste exército foi ter implementado a capacidade de comando unificado, a coordenação das forças em campanha e articulação das forças para combate, independentemente da sua nacionalidade; a utilização de equipamentos semelhantes; o apoio logístico coordenado; a utilização de tácticas e procedimentos idênticos e, por fim o apoio político constante dos governos das duas nações e das populações locais. Tudo isto mantendo-se o Exército Aliado no respeito de instituições nacionais, política, religiosa e culturalmente diferentes. Nascido em Lagos, João Torres Centeno é licenciado em Direito, trabalhando como advogado nessa mesma cidade. Tem conjugado a sua actividade de advogado com a investigação na área de História militar. Sendo colaborador da página na Internet «The Napoleon Series» dedicada à época conhecida por época Napoleónica.

É autor do blog Lagos Militar e do livro O Exército Português na Guerra Peninsular. Vol. 1. Do Rossilhão ao fim da Segunda Invasão Francesa, Lisboa, Prefácio, 2008

Fonte: Tribuna da História

Nenhum comentário: