quarta-feira, 20 de junho de 2012

Marechal Ney, Grã-Cruz da Ordem de Cristo


Vão hoje, dia 20 de Junho, a leilão no Hotel Drouot, em Paris, as insígnias de Grã-Cruz da Ordem de Cristo atribuídas ao Marechal Ney pelo Príncipe-Regente D. João, em 1805, por ocasião da troca de condecorações feita com o Imperador Napoleão I.


As insígnias compreendem, a Banda, o medalhão oval e a placa bordada que terão sido as entregues ao Marechal, em Milão, pelo Embaixador de Portugal, Dom Lourenço de Lima (cf. artigo no Boletim «Pro Phalaris», nº 1).

Além destas há também uma placa, em prata e esmaltes, de fabrico francês (Casa Biennais), provavelmente encomendada posteriormente pelo Marechal Ney.

Uma palavra de reconhecimento é devida ao Prof. Gerard Laureau, insígne falerista Francês, por nos ter comunicado este evento.

Sobre este agraciamento cf. José Vicente de Bragança, A Evolução da Banda das Três Ordens Militares (1789-1826), in Separata da Revista «Lusíada – História», nº 8, 2011, p. 15-16; e Le Grand cordon des trois ordres militaires du Christ, d’Avis et de Saint-Jacques du Portugal, in Catalogue de l’Exposition – «La Berline de Napoléon – Le Mystère du Butin de Waterloo», Musée National de la Légion d’honneur, Paris, Albin Michel, 2012, pp. 187-188.

Catálogo on-line…